21 de dezembro de 2007

Feliz Natal

A Biblioteca deseja a todos um Feliz Natal .

Aos mais jovens...




E aos menos jovens...



Ainda Alexandre Parafita

7 de dezembro de 2007

DIA DE ESCRITOR NA ESCOLA



Alexandre Parafita esteve na nossa escola. Foi recebido por alunos do 5ºC que o reconheceram mal chegou e o acompanharam na entrada da escola.

Após os cumprimentos habituais pelo Conselho Executivo, seguiu-se a visita à Feira do Livro.

A sessão de boas-vindas decorreu no auditório. Foi aí que os alunos mostraram os resultados do trabalho desenvolvido ao longo do período. Foi com satisfação que Alexandre Parfita e os professores presentes viram os alunos dizer e dramatizar os seus poemas, com uma expressividade e alegria de tal forma contagiantes que encheu a todos de orgulho. Parabéns a todos!

A já habitual entrevista permitiu aos presentes conhecer melhor não só Alexandre Parafita mas, também a pessoa que está por trás do escritor. Afinal, damo-nos a conhecer pelo que dizemos e, também, pela forma com estamos e comunicamos.

A tarde terminou com a sessão de autógrafos.

Ao despedir-se, Alexandre Parafita manifestou o seu agrado e satisfação por ter estado connosco, pedindo-me que transmitisse a todos os professores e alunos que não puderam estar presentes, o seu agradecimento pela forma como as suas obras tinham sido trabalhadas.

5 de dezembro de 2007

Memórias de um Cavalinho de Pau



Este é um dos trabalhos realizados a partir de uma das obras de Alexandre Parafita, que nos visita hoje.

21 de novembro de 2007

BOA!!!

A nossa escola foi uma das 179 escolas seleccionadas pelo Plano Nacional de Leitura (PNL) para beneficiar de financiamento para aquisição de obras (para o 3º Ciclo) destinadas à leitura orientada na sala de aula.
O projecto apresentado prevê uma série de actividades: Concurso Nacional de Leitura, Semana da Leitura, Concurso de blogues sobre livros e leituras, visitas de estudo na rota de escritores... enfim, actividades que mais não pretendem senão motivar para a leitura, fazer nascer o gosto pelo livro e tudo aquilo que ele nos proporciona.Quem ainda não descobriu não sabe o que perde, mas ainda está a tempo...
Tu, aluno de 7º, 8º ou 9º Ano, podes começar já a preparar-te para o Concurso Nacional de Leitura requisitando na Biblioteca os livros que seleccionámos:










































BOAS LEITURAS!!!

NOVO LIVRO DE ALEXANDRE PARAFITA


O escritor que nos visita este ano, Alexandre Parafita, tem um novo livro que será lançado no dia 5 de Dezembro, na Biblioteca Municipal de Vila Nova de Gaia.
Faremos todos os possíveis para termos este novo título na nossa Feira do Livro.

5 de novembro de 2007

ALEXANDRE PARAFITA NA ESCOLA


Alexandre Parafita estará na nossa escola no dia 5 de Dezembro, pelas 14 horas.
A visita deste escritor insere-se nas actividades da Feira do Livro que se realizará de 3 a 7 do mesmo mês.
Alexandre Parafita é natural de Sabrosa (Trás-os-Montes). Possui o Doutoramento em Cultura Portuguesa pela Universidade de Trás - os -
-Montes e Alto Douro (UTAD) e o Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior (UBI).
É investigador de literatura oral tradicional, docente do ensino superior e jornalista.
Faz parte dos quadros da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, onde é responsável pelo Sector de Comunicação Institucional. Nesta Universidade é também vice-presidente do Observatório da Literatura Infanto-Juvenil (OBLIJ).
Como escritor, é autor de várias dezenas de títulos, e a sua obra incide, fundamentalmente, na literatura infantil e infanto-juvenil e nos estudos de literatura oral tradicional. Muitos dos seus livros constam do Plano Nacional de Leitura, integra manuais escolares de vários níveis de ensino e é bibliografia obrigatória em cursos de licenciatura e mestrado em escolas superiores e universidades.
Podes ler livros deste autor na biblioteca:

Literatura Infanto-Juvenil
Literatura oral tradicional:


Se queres conhecer melhor este escritor visita os endereços abaixo

Não esqueças que na coluna lateral,à esquerda, em Histórias em linha, podes ouvir algumas histórias de Alexandre Parafita.

21 de outubro de 2007

Dia Internacional da Biblioteca Escolar


O Dia Internacional da Biblioteca Escolar foi proclamado pelo Presidente do IASL (International Association of School Librarianship), Dr Blanche Woolls, em 1999.
O primeiro Dia Internacional da Biblioteca Escolar celebrou-se a 18 de Outubro de 1999, sob o tema "A Day in the life..."
O nono Ano Internacional da Biblioteca Escolar será celebrado dia 22 de Outubro sob o tema "Learning: Powered by your school library", ou, em Português "APRENDER MAIS E MELHOR NA /COM A BIBLIOTECA ESCOLAR".
Neste dia, a nossa biblioteca, à semelhança de muitas outras em todo o mundo, vai desenvolver actividades que lembrem a toda a comunidade escolar que este é o seu dia.

1º Encontro de Bibliotecas do Porto




Realizou-se nos dias 19 e 20, o 1º Encontro de Bibliotecas Escolares do Porto, subordinada ao tema "Ler para Ser". Este 1º encontro teve lugar no Auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett do Porto e foi organizado pela Rede de Bibliotecas do Porto (RBEP). Apesar de se realizar num fim de semana, professores de todo o país encheram o espaço numa sessão que se revelou profícua e extremante interessante.
Os temas

"A Biblioteca Escolar: à procura da sua acção pedagógica"
"A Biblioteca Escolar como Centro de Aprendizagens"
"Novos desafios para a gestão da Biblioteca Escolar"
"A Biblioteca escolar e a Comunidade"
" A Biblioteca Escolar: que futuro"

eram apelativos e não goraram as expectativas dos presentes. Saliento o último painel em que a Coordenadora de Rede de Bibliotecas Escolares, Drª Teresa Calçada, assegurou que até ao final de 2008 "todas as escolas de 2º e 3º ciclo do país ficam integradas na Rede". Todos os presentes ficaram, ainda, a saber que no concurso de colocação de 2009, os professores poderão concorrer exclusivamente ao lugar de coordenador de biblioteca.

22 de setembro de 2007

OUTONO







Tarde pintada
Por não sei que pintor.
Nunca vi tanta cor
Tão colorida!

Se é de morte ou de vida,
Não é comigo.
Eu, simplesmente, digo
Que há fantasia

Neste dia,
Que o mundo me parece
Vestido por ciganas adivinhas,
E que gosto de o ver, e me apetece
Ter folhas, como as vinhas.

Miguel Torga, Diário X (1966)

21 de setembro de 2007

NOVIDADES II

Esta nova colecção para jovens a partir dos 8 anos tem como tema o futebol. Já foram publicados 5 títulos e tem tudo para agradar. Deixa-te tentar... e requisita este livro já!

Vanessa só pensa em futebol e apesar de jogar numa equipa feminina que nunca ganha, o seu grande sonho é jogar na selecção nacional masculina. Quando se muda para Munique, o seu pai consegue que Willi, o treinador d’As Feras, a deixe treinar com a equipa. Mas os rapazes não gostam da ideia de ter uma rapariga na equipa e farão tudo para o demonstrar. É então que Vanessa terá de mostrar o que vale!

ÚLTIMAS NOVIDADES I




Livro elogiado por alunos que o leram não podia deixar de fazer parte do catálogo da biblioteca. Efectivamente vale a pena mergulharmos neste mar de sofrimento, medo, angústia, por um lado mas, também, ternura, preocupação, fé e amor incondicional.




É uma leitura que agradará aos jovens de 8º/9º anos e que aconselho também aos professores.




"A menina que nunca chorava" continua a saga da pequena Shelley, agora já com 13 anos.

Tal como o anterior lê-se de um fôlego só.

Não resisto a inserir um comentário a estes dois livros:

"A criança que não queria falar" e "A menina que nunca chorava" foram, talvez, os livros mais dificeis que li. Uma angústia tremenda acompanhou-me durante as leituras, que descreve o sofrimento sem limites de uma pequena criança, mas que ao mesmo tempo era um ser humano gigante. Os meus "sofrimentos" foram repensados. Senti-me minúscula perante uma menina de 6 anos. Jamais esquecerei."

Inácia Anjos

12 de setembro de 2007

Recomeça ...
Se puderes,
sem angústia e sem pressa
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
do futuro,
Dá-os em liberdade
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

Estamos de regresso ao mundo virtual da blogosfera (o regresso ao trabalho já aconteceu há algum tempo) e nada melhor do que este extracto do poema "Sísifo" de Miguel Torga. Genial o poeta que, com simples palavras, nos exorta a um recomeço sem pressas mas com ânimo, força, coragem, a um recomeço pleno, onde a desistência não tem lugar.
É desta forma que nos propomos reiniciar o nosso trabalho, mas não queremos caminhar sozinhos. Venham à Biblioteca, leiam, participem dando a vossa opinião pois, tudo o que fizermos será em prol de toda a comunidade educativa.

Um bom ano para todos!

10 de julho de 2007

TRABALHOS DE ALUNOS E PROFESSORES

Ao longo do ano lectivo, alunos e professores realizaram trabalhos e actividades diversificados no âmbito de diferentes disciplinas/áreas curriculares. Muitos desses trabalhos foram elaborados a partir da leitura de obras como "A Árvore", "O Rapaz de Bronze", "Ulisses", "Arroz do Céu", entre outras. Esta tarefa foi facilitada pela utilização dos computadores portáteis atribuídos à nossa escola, no âmbito do CRIE.
É possível "dar-lhes uma espreitadela" aqui e aqui.

3 de julho de 2007

2 de julho de 2007

A LEITURA E A ÁREA DE PROJECTO

Os alunos de 8ºE já participaram no blogue da Biblioteca com as suas sugestões de leitura. Agora, vale a pena terminar com as opiniões de alguns dos alunos sobre o projecto em si bem como as leituras que foram fazendo ao longo do ano.

A Sara Santos escreveu:


"Este ano, o trabalho de Área de Projecto foi diferente de todos os outros anos: sem grupos, nem complicações. O nosso tema foi a leitura. Acho que esse objectivo foi cumprido por todos os alunos.
De todos os livros que li atraíram-me especialmente as histórias verídicas e o drama” A filha da minha melhor amiga”. Os livros de que eu menos gostei foram os da colecção Clube das Amigas e “Os heróis do 6°F”, pois estes livros são demasiado infantis para mim.
A história mais bem escrita que li foi “ A filha da minha melhor amiga”, pois a maioria das restantes histórias foram escritas por amadores.
Apesar de todas as histórias verídicas me terem ensinado muito, “A criança que não queria falar” é o livro que me ensinou mais coisas, relata diversos temas relacionados com os diferentes tipos de pessoas.
Com os livros que li, conheci vários personagens, uns melhores, outros piores. Para mim a melhor personagem é a Sheila de “A criança que não queria falar”, era uma criança que se portava pessimamente e tratava mal tudo e todos devido aos maus-tratos que recebia do pai e também a outros acontecimentos que a deixaram traumatizada. Mas, devido a uma boa professora que teve, mudou o seu comportamento e conseguiu mudar de vida. A pior personagem é o pai de Souad, porque dava maus-tratos às filhas, à mulher e achava que as mulheres não tinham direitos nenhuns.
As aulas correram bem, acho que todos cumpriram o que era pretendido.
Este projecto valeu a pena, pois tive contacto com diferentes tipos de leitura, aprendi muitas coisas e comecei a interessar-me mais por este tema, por isso acho que devo agradecer à professora Pompeia Castro que teve esta excelente ideia e também ao Centro de Recursos porque sem ele não poderia ter realizado esta actividade."

O Vitor Silva disse:

"Este ano o nosso projecto em Área Projecto era ler. Eu cumpri esse objectivo porque li cinco livros. Li: “Ameaça Invisível”, “O Bando dos 4 e a Caverna Secreta”, “Uma Aventura na Mina”, “Os Cinco e o Tesouro Perdido” e “ A Guerra dos Sexos”.
O livro que mais me atraiu foi “O Bando dos 4 e a Caverna Secreta” porque gosto de aventura e mistério e porque esse tipo de livros está escrito de uma maneira fácil de ler.
Dos livros que li, o que está mais bem escrito e que me ensina mais coisas é “A guerra dos Sexos”.
De todas as personagens que conheci, para mim, a melhor é o Carlos do “Bando dos 4” porque é um rapaz muito corajoso e destemido. Não gostei lá muito dos personagens de “Os cinco”, nem gostei de ler esse livro.
As aulas correram bem, mas houve alguns dias em que eu tinha alguma preguiça e não me apetecia ler, mas esforcei-me para me concentrar.
Este projecto valeu a pena, porque antes nunca tinha lido nenhum livro e até comecei a gostar de ler.
Devido a este projecto passei a ir mais vezes ao Centro de Recursos
"

Também a Patrícia Pereira nos deixou a sua opinião:

Livros lidos: 9

Estamos Ambas Apaixonadas Pelo Mesmo Rapaz
Manhã Submersa
Vendidas
Equador
O Código da Vinci
A Filha da Minha Melhor Amiga
Orgulho e Preconceito
A Filha do Contador de Histórias
Mulher Procura Homem Impotente Para Relacionamento Sério


Na minha opiniao, as aulas correram bem. Acho que todos gostamos. Acima de tudo, divertimo-nos e retirámos conhecimentos dos livros que lemos. Foi uma experiência diferente.
O livro que mais gostei foi “Código da Vinci” porque é um livro com muitos segredos. O mais bem escrito é “Equador”.
Os que me ensinaram mais foram o “Equador” e “A Filha do Contador de Histórias” porque, com eles, conhecemos realidades muito diferentes.
A melhor personagem, talvez Karmin de “A Filha da Minha Melhor Amiga” porque foi sempre muito corajosa e a pior, não me lembro do nome, mas é o pai da autora do “Vendidas” porque foi ele que vendeu as filhas.
Acho que todos os objectivos foram cumpridos porque todos os alunos leram, pelo menos, um livro.Aproveito também para deixar um agradecimento à biblioteca da escola que nos disponibilizou os livros e tornou possível esta actividade, sem esquecer a Professora Pompeia Castro que nos incentivou. Muito Obrigada.


21 de junho de 2007

"O RAPAZ DE BRONZE"

"O Rapaz de Bronze " de Sophia de Mello Breyner Andresen, obra indicada pelo leitura pelo PNL, foi trabalhada pela turma de 6ºE, em Área de Projecto. A seu pedido e porque consideramos que é um trabalho muito completo, aqui está para que todos o possam apreciar.


(clica no endereço abaixo)


Podes ver, também, um powerpoint feito por um dos grupos.



14 de junho de 2007

Poemas Sol tos 2007


Realizou-se no passado dia 8 de Junho a cerimónia de entrega de prémios do 3º Concurso de Poesia “Poemas Sol tos”. Esta cerimónia teve lugar no Auditório Municipal de Gondomar, pelas 21.30h, tendo pais, alunos e professores lotado completamente o espaço. Estiveram, também, presentes representantes dos Conselhos Executivos das escolas envolvidas, os elementos do júri e o Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Gondomar, Dr. Fernando Paulo.
“Poemas Sol tos” é um concurso que, como sabemos, procura motivar para a escrita poética, desenvolvendo o espírito criativo dos nossos alunos. Envolve todas as escolas do concelho de Gondomar e é organizado pelos Centros de Recursos Educativos.
Os melhores trabalhos, à semelhança das edições anteriores, foram compilados e publicados no livro “Poemas Sol tos 2007”.

Alguns dos poemas dos nossos alunos foram publicados neste livro. É o caso dos seguintes alunos:





Mónica do 8ºD, com "A Janela de Pensamentos":





Entre paisagens, entre casas,
está uma janela
virada para uma fonte
que, entre outras, é a mais bela.
Fica longe do meu coração,
mas fica perto da minha mente.
É isto que eu penso
nesta janela de pensamentos.




Tânia Raquel, do 7ºA, com "O mar como tu"





O mar é como tu:
Lindos olhos azuis,
Ondas como as do teu cabelo
Pura brisa!
O mar é como tu:
Lágrimas de rosas
Que deslizam pelo mar fora
Atrás do pôr-do-sol.




Hugo Nascimento do 7ºA, com "Livro"





Livro, meu amigo,
As tuas páginas,
Fazem parte de mim.
Livro, meu amigo,
Faz das tuas palavras
O livro da imaginação
Com páginas reais.




Mário Jorge, do 7ºD, com "A Vida"





A vida corre como lágrimas de sofrimento
Que custa a apagar da memória
A vida corre como lágrimas de gratidão
Quando alguém nos dá o coração
A vida corre como lágrimas de emoção
Em que conseguimos passar o obstáculo mais difícil
A vida corre como eu quero
Depende do rumo que eu levar!






Rodrigo Lopes, do 6ºD, com "O Raposo Ardiloso"




Era uma vez um Raposo

que era muito amoroso.

No entanto, os seu vizinhos

Achavam-no ruidos.

quando saía d ecasa era vagaroso e cuidadoso.

existia ali perto

um crocodilo vigoroso,

muito fogoso e teimoso.

O Raposo andava na floresta

e o crocodilo encontrou-o.

O raposo ardiloso

fugiu

e escondeu-se

num buraco pouco espaçoso.

O crocodilo, com medo do escuro,

sentiu-se medroso.

Foi-se embora

e não se meteu mais com o Raposo.






Nunca é mais repetir o poema vencedor do 3º prémio do escalão B, "Pedro Alecrim" da Cláudia Sofia Paiva do 5ºE.





Pedro Alecrim

Entre outras obras, é

Dulcíssima,

Realista e

Original.




António Mota é

Leitor

Escritor

Criativo

Reservado e

Inteligente.

Mota, escreves com alma e para a gente!


5 de junho de 2007

DIA DO AMBIENTE

Hoje é o dia consagrado ao ambiente. Infelizmente é necessário haver um dia para lembrar quão importante é cuidar da NATUREZA. Ela é a nossa casa e se ela ficar doente nós também ficaremos.
Vê o vídeo, com atenção


Está na tua mão evitar que a terra se degrade e morra.

Começa por ler e imprimir o desdobrável que encontras no endereço

http://www.inag.pt/inag2004/port/divulga/pdf/Poupehojeparateramanha.pdf .

Depois, dá-o aos teus pais e familiares.

3 de junho de 2007

2007 - ANO DO GOLFINHO



Este ano é o ano dedicado aos golfinhos, aqueles seres simpáticos e amigáveis que tanto apreciamos.

Para contribuir para a preservação dos golfinhos, o Programa das Nações Unidas para o Ambiente/Convenção sobre Espécies Migratórias juntamente com outras organizações internacionais decidiram lançar o Ano Internacional do Golfinho 2007.

Lançada a 17 de Setembro de 2006, numa praia do Mónaco na Reserva Natural de Larvotto, esta Campanha pretende consciencializar o público acerca das espécies de golfinhos existentes e a necessidade de serem protegidas. Visa ainda educar e informar os decisores políticos e envolver as comunidades locais na sua defesa.

Se queres saber mais sobre o Ano Internacional do Golfinho visita o sítio




Se queres saber mais sobre estes animais visita também


e



Mas, apesar de todo o carinho que sentimos pelos golfinhos, há quem não sinta o mesmo e, por isso mesmo é necessário protegê-los...



31 de maio de 2007

"DÁ A CAMISOLA PELO AMBIENTE"


A Biblioteca dá hoje início ao Concurso "DÁ A CAMISOLA PELO AMBIENTE". Pretende-se que mostres quão importante é proteger a Natureza. Podes fazê-lo projectando a tua ideia numa T-shirt.

A escolha de materiais é tua. Põe a tua imaginação à prova! Mostra aquilo de que és capaz.

Mãos à OBRA!

Consulta o Regulamento (em Documentos)...e não esqueças que a entrega de trabalhos é até ao dia 15 de Junho.



21 de maio de 2007

POEMAS SOL TOS


Pelo terceiro ano consecutivo, realizou-se o concurso de Poesia “Poemas Sol tos” organizado pelos Centros de Recursos Educativos do concelho de Gondomar, este ano, pela primeira vez, alargado às escolas do 1ºciclo.
A nossa escola e a Escola Secundária de Gondomar desempenharam as tarefas inerentes ao secretariado do concurso. Essas tarefas desenrolaram-se em várias etapas: divulgação do concurso pelas escolas com distribuição de material de publicitação; design dos cartazes e capa do livro (este ano a cargo da professora Sofia Toscano da E.B.2, 3 de Jovim), recolha dos trabalhos e divisão por escalões; entrega dos trabalhos ao júri; digitação dos textos e fotocomposição electrónica do livro.
O júri, este ano, foi composto pelos seguintes elementos:

Escalão A e B:
. Dr. Fernando Paulo (vereador da Cultura da CM Gondomar)
. Dr.ª Fina d’Armada (historiadora, poetisa)
. Sr. Ferreira da Costa (poeta)

Escalão C e D:
. Dr. Vítor da Rocha (escritor)
. Dr.ª Luísa Osório (poetisa)
. Dr.ª Liliana Pires (responsável da Biblioteca Municipal de Gondomar)

O concurso culminará com a cerimónia de entrega dos prémios, no dia 8 de Junho, no auditório de Gondomar.
Como é fácil de depreender, tratou-se de levar a cabo uma tarefa arrojada, mas que valeu a pena pelo trabalho final. Este ano, foram a concurso 474 trabalhos, divididos por quatro escalões.
Delicia-te, depois, aquando da publicação da terceira edição da colectânea dos “Poemas Sol tos”, a ler alguns dos trabalhos que foram a concurso. Por agora, aprecia o poema da aluna da nossa escola, classificada em 3º lugar no seu escalão.



Pedro Alecrim


Pedro Alecrim
Entre outras obras, é
Dulcíssima,
Realista e
Original.

António Mota é
Leitor
Escritor
Criativo
Reservado e
Inteligente.

Mota, escreves com alma e para a gente!

16 de maio de 2007

Mr. BEAN VAI À BIBLIOTECA


Tive hoje conhecimento da existência deste vídeo de Mr. Bean e não posso deixar de partilhá-lo com todos vocês. Divirtam-se!



10 de maio de 2007

NOVIDADES V



Despereaux Tilling é o único sobrevivente de uma ninhada de pequenos ratinhos, nascidos de um pai inglês e de uma mãe francesa, nos locais mais secretos de um castelo de contos de fadas. Nascido com umas orelhas desmesuradamente grandes, de olhos abertos e uma estranha capacidade de abstracção, poucos são os que acreditam que sobreviverá. Mas sobrevive e revela ter uma sensibilidade muito particular para a música e a leitura, actividades que privilegia em detrimento das ditas “actividades de ratos”, como buscar comida, mordiscar as folhas dos livros e mastigar a sua cola. Certo dia, atraído pela música que lhe soa a mel, aproxima-se do rei e da princesa que habitam o castelo e apaixona-se…

NOVIDADES IV


Num dia enevoado e desencantado, Rob Horton, um menino de 12 anos, encontra um tigre enjaulado nos bosques por trás do motel onde mora com o pai. Rob encara a aparição como uma espécie de truque de magia. E, na verdade, o tigre despoleta todo o tipo de maravilhas na vida de Rob. Sistina (tal como a Capela), é uma menina recém-chegada da cidade, com uns olhos negros destemidos, que desafia Rob para uma série de aventuras.

VALE A PENA LER



Num dia de Verão, India Opal Buloni, de dez anos de idade, vai ao supermercado local para comprar algumas coisas e volta com um cão. Winn-Dixie não é um cão qualquer. É grande, magricelas e cheira mal, mas tem um sorriso espectacular. É por cauda de Winn-Dixie que ela finalmente se atreve a perguntar ao seu pai sobre a sua mãe, que deixou Opal quando tinha três anos. Na verdade, quase tudo o que acontece naquele Verão é por causa de Winn-Dixie.
Lê tudo sobre as aventuras deste cão estranho e das curiosas personagens que se passeiam nesta história encantadora.

MAIS NOVIDADES


Quatro pequenas histórias que relatam novas aventuras de Henrique, o Terrível. Henrique vai ao médico... funda um clube secreto... mais uma vez irrita o irmão e celebra o seu aniversário. Estes são os ingredientes perfeitos para mais um livro a não perder!

NOVIDADES


Henrique era mesmo terrível. Todos o podiam comprovar pelo que já sentiram na pele... Na Escola, era o rapaz mais temido pelos colegas. Nestas quatro pequenas histórias, extremamente divertidas, ficarás a conhecer o grupo de amigos do Henrique, assim como a sua principal vítima: o irmão, o Pedro Perfeito. E, é claro, os pais também não escapam às suas partidas...

4 de maio de 2007

A EB 2,3 de Jovim na RBEP


Aconteceu na 6ªfeira, dia 27 de Abril, a assinatura do protocolo de adesão da nossa escola à RBEP, Rede de Bibliotecas Escolares do Porto.
A RBEP disponibiliza para toda a comunidade um catálogo colectivo que integra as bases bibliográficas das bibliotecas aderentes, o empréstimo inter-bibliotecas, 'e-Livros', notícias.
A partir de hoje, encontra-se já disponível, no catálogo colectivo da RBEP, o catálogo da nossa biblioteca. A sigla da escola é ebjov. Assim, mesmo em casa, é possível saber se um determinado documento existe na BECRE.
Para mais informação visita o site da RBEP

25 de abril de 2007

25 DE ABRIL DIA DA LIBERDADE


Não posso deixar de assinalar esta data e faço-o aconselhando a leitura do livro "O Tesouro" de Manuel António Pina. Com uma linguagem simples, conta a história de um povo infeliz e solitário que vivia no País da Pessoas Tristes. Podem fazê-lo no site http://www.uc.pt/cd25a/wikka.php?wakka=tesourobd.
Aconselho, ainda, a visita ao Centro de Documentação 25 de Abril em http://www.uc.pt/cd25a/wikka.php?wakka=HomePage.
É uma viagem à memória de um tempo que nos deu a liberdade que hoje vivemos. Essa liberdade é para nós, nos dias que correm, tão natural como respirar. No entanto, nunca é demais lembrar que é um bem que devemos cuidar, velar e a todo o custo preservar.

24 de abril de 2007

O DIA MUNDIAL DO LIVRO NA E.B1 DO OUTEIRO


A BECRE da EB1 do Outeiro celebra o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor com actividades que decorrem entre 23 e 25 do corrente.

Nestes dias, realiza-se, entre outros acontecimentos, a Feira do Livro, com o apoio da Associação de Pais.

Hoje, a escola contou com a presença da escritora Lígia Bastos. Os alunos agradeceram a sua presença dramatizando uma das suas histórias.

A escritora contou, com a ajuda de pequenos bonecos que ela própria fez, a "Família Gripe", do seu livro "Albertinho e sua avó".

Seguiu-se uma entrevista a Lígia Bastos e tudo terminou com uma sessão de autógrafos.

DIA MUNDIAL DO LIVRO


No dia 23 de Abril, Dia Mundial do Livro, a Biblioteca saiu das suas instalações e veio para junto dos alunos. Passada a surpresa inicial, (É para vender?)os alunos folhearam os livros, as revistas, os jornais. Muitos, levaram para casa... Professora, eu ainda tenho lá um mas já estou a acabar. Posso levar este e trago o outro amanhã?

A EB1 DE OUTEIRO E A E.B. 2,3 DE JOVIM NAS FILIGRANAS DE LEITURA


Os Centros de Recursos das E.B.1 de Outeiro e da E.B. 2,3 de Jovim (escolas do Agrupamento Vertical de Jovim e Foz do Sousa) estiveram presentes na Biblioteca Municipal de Gondomar, no dia 20 de Abril. A participação das escolas visava a animação da Feira do Livro, uma das actividades constante do programa das Filigranas de Leitura.

A manhã começou com uma visita guiada à biblioteca. Todos os presentes ficaram a conhecer as instalações, bem como as actividades que nela têm lugar.

Após a visita, no auditório, os alunos da E.B.1 de Outeiro, dramatizaram a história "A Velha e o Garrafão" e dançaram duas composições que foram do agrado da assistência.

Os alunos da Escola de Jovim ( 5º, 6º e 7º anos) declamaram poemas de António Mota. O bago de uva, a melancia, o pinhão, a pêra e outros frutos foram "ditos" com alma e transmitindo o gosto que o escritor vivenciou ao escrever esses poemas. Os alunos do 6ºD "contaram", ao desafio, "Se tu visses o que eu vi", "Num país que visitei", "Numa casa muito estranha", "Semeei no meu quintal", poemas que falam de "coisas" estranhíssimas que podem acontecer.

No final da sessão, o Vereador da Cultura da Câmara de Gondomar, Dr. Fernando Paulo, tomou a palavra manifestando a sua satisfação pelo que tinha visto e agradecendo a todos a sua presença.

Também a Drª Maria João Castro, da Rede de Bibliotecas Escolares, deu os parabéns aos alunos pelo seu esforço e empenho na realização desta actividade.

19 de abril de 2007

23 ABRIL DIA MUNDIAL DO LIVRO


No dia 23 de Abril comemora-se o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. Esta é uma data simbólica para a literatura mundial, uma vez que neste mesmo dia do ano de 1616 perderam a vida Cervantes, Shakespeare e Garcilaso de la Vega "El Inca". Estes nomes não foram, no entanto, os únicos a marcar o dia 23 de Abril. Também Maurice Druon, K.Laxness, Vladimir Nabokov, Josep Pla e Manuel Mejía Vallejo foram autores que nasceram ou morreram nesse dia que parece estar destinado a marcar a literatura.
Por este motivo, esta data foi escolhida pela Conferência Geral da UNESCO para prestar uma homenagem mundial ao livro e aos seus autores, e incentivar cada um, em particular os mais jovens, a descobrir o prazer da leitura.


Simplesmente ler

Ler sempre.
Ler muito.
Ler “quase” tudo.
Ler com os olhos, os ouvidos, com o tacto, pelos poros e demais sentidos.
Ler com razão e sensibilidade.
Ler desejos, o tempo, o som do silêncio e do vento.
Ler imagens, paisagens, viagens.
Ler verdades e mentiras.
Ler para obter informações, inquietações, dor e prazer.
Ler o fracasso, o sucesso, o ilegível, o impensável, as entrelinhas.
Ler na escola, em casa, no campo, na estrada, em qualquer lugar.
Ler a vida e a morte.
Saber ser leitor tendo o direito de saber ler.
Ler simplesmente ler.

Edith Chacon Theodoro
(professora do Colégio Rainha da Paz, S. Paulo)
.

17 de abril de 2007

A ESCOLA NAS FILIGRANAS DE LEITURA


A Biblioteca Municipal de Gondomar dinamiza entre 17 de Abril e 12 de Maio as Filigranas de Leitura. Na semana que decorre estão envolvidas muitas escolas do concelho. A nossa escola estará presente no dia 20 de Abril com a actividade "Brincando com a Poesia". Participarão alunos de 5º, 6º e 7º anos.
(clica sobre a imagem para ampliar o programa)

SEMANA DA LEITURA NA E.B.1 DO OUTEIRO





A Semana da Leitura foi super divertida. Tivemos a participação de familiares e amigos aqui na nossa escola, os pais contaram histórias muito interessantes. Todas as turmas tiveram a possibilidade de serem visitadas por eles.
No dia 7 de Março de 2007, os alunos da escola E. B. 1 da Estrada vieram visitar-nos. Fizeram uma visita guiada à biblioteca, esta visita proporcionou aos alunos aprender para que serve uma biblioteca, as regras de utilização da mesma e o seu funcionamento; aprender como manusear os livros, como estão classificados e porque estão colocados, por cores, nas prateleiras da biblioteca.Depois desta abordagem, foi realizada a “ Hora do Conto” da obra “Um ladrão debaixo da cama” da autora Alice Vieira e “O galo da velha Luciana” do autor António Mota. Depois da Hora do Conto os alunos realizaram diversas actividades, tais como:Atelier de pintura – representações icónicas sobre as histórias;Preenchimento de fichas de leitura; Palavras cruzadas; Sopa de letras.
No último dia da semana da leitura para terminarmos “em grande”, todos os alunos da escola se reuniram na biblioteca, as auxiliares declamaram poemas de António Mota e terminámos com um lanche convívio.Os alunos gostaram muito desta semana e até perguntaram quando é que os familiares poderiam voltar novamente à escola. Esta semana foi muito positiva, promover a leitura é essencial. Ficámos enriquecidos com novas experiências e novas ideias …

2 de abril de 2007

PASSATEMPO "LINHAS & LETRAS"







No âmbito do Dia Internacional do Livro Infantil (2 de Abril) e com o objectivo de fomentar a escrita e a criatividade, o IPLB/PNL lança um passatempo, a partir de ilustrações de João Vaz de Carvalho, em que poderão participar crianças dos 6 aos 12 anos.
(Clica sobre IPLB/PNL para conheceres o regulamento)

DIA INTERNACIONAL DO LIVRO INFANTIL

O Dia Internacional do Livro Infantil comemora-se a 2 de Abril, data do nascimento do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen.


Mensagem do 2 de Abril de 2007


Nunca me hei-de esquecer de como aprendi a ler. Quando era menina, as palavras escapuliam-se diante dos meus olhos como pequenos escaravelhos negros cheios de pressa. Mas eu era mais inteligente do que elas. Aprendi a reconhecê-las apesar de tentarem escapar-me velozmente. Até que, por fim, consegui abrir os livros e entender o que lá estava escrito. Sozinha, tornei-me capaz de ler contos, histórias engraçadas e poemas.


No entanto tive surpresas. A leitura deu-me poder sobre os contos e de alguma forma também deu aos contos um certo poder sobre mim. Nunca lhes pude escapar. Isso faz parte do mistério da leitura.


Uma pessoa abre um livro, acolhe e compreende as palavras e, se a história for boa, ela explode dentro de nós. Aqueles escaravelhos que correm em linha recta de um lado para o outro da página em branco convertem-se primeiro em palavras e, logo a seguir, em imagens e acontecimentos mágicos. Ainda que certas histórias pareçam nada ter que ver com a vida real, ainda que nos conduzam a surpresas de toda a espécie e se distendam em múltiplas possibilidades, para um lado e para o outro, como pastilhas elásticas, no final as histórias que são boas devolvem-nos a nós mesmos. São feitas de palavras, e todos os seres humanos sonham ter aventuras com as palavras.


Quase todos começamos como ouvintes. Ainda bebés, as nossas mães e os nossos pais brincam connosco, dizem-nos rimas, tocam-nos as mãos («Pico pico maçarico quem te deu tamanho bico…») ou põem-nos a bater palmas («Palminhas, palminhas…»). Os jogos com palavras são ditos em voz alta e, quando somos crianças, escutamo-los e rimos com eles. Logo a seguir aprendemos a ler os caracteres impressos na página branca e, mesmo quando lemos em silêncio, há uma certa voz que está presente. A quem pertence esta voz? Pode ser a tua própria voz, a voz do leitor. Mas é mais do que isso. É a voz da história que vem do interior do próprio leitor.


É claro que há hoje muitas maneiras de contar uma história. Os filmes e a televisão têm histórias para contar, embora não usem a linguagem da maneira como o fazem os livros. Os escritores que trabalham em guiões de televisão ou de cinema são obrigados a utilizar poucas palavras. «Deixem as imagens contar a história», dizem os especialistas. Muitas vezes vemos televisão na companhia de outras pessoas, mas quando lemos quase sempre estamos sós.


Vivemos numa época em que o mundo está cheio de livros. Mergulhar nos livros à procura de alguma coisa, lendo-os e relendo-os, faz parte da viagem de cada leitor. A aventura do leitor consiste em descobrir, nessa selva de caracteres impressos, uma história tão vibrante que o transforme como que por magia. Uma história tão apaixonante e misteriosa que mude a sua vida. Creio que cada leitor vive para esse momento em que de súbito o mundo de todos os dias se altera um pouco, abre espaço a uma nova piada, a uma ideia nova, àquela nova possibilidade que é dada a uma determinada verdade de se exprimir pelo poder das palavras. «Sim, isto é mesmo verdade!», exclama aquela voz dentro de nós. «Estou a reconhecer-te!» A leitura é verdadeiramente apaixonante, não acham?


Margaret Mahy
(Tradução de José António Gomes)


MARGARET MAHY nasceu em Whakatane, Nova Zelândia, em 1936. Bibliotecária, decidiu dedicar-se a tempo inteiro à escrita, em 1980. Escreveu obras dirigidas a diferentes idades, cultivando géneros que vão do álbum para crianças pequenas ao romance juvenil, passando pela poesia e pelo texto dramático. É uma das mais premiadas escritoras da Nova Zelândia, tendo sido distinguida, em 2006, com o Prémio Hans Christian Andersen do International Board on Books for Young People (IBBY), o mais importante galardão mundial atribuído a um autor de literatura para crianças e jovens. Marcada pela riqueza poética da linguagem, a escrita de Mahy tem logrado exprimir, por vezes de modo metafórico mas sempre com extraordinária autenticidade, a experiência da infância e da adolescência. Encontra-se traduzida em numerosos idiomas, incluindo o português (O Rapaz dos Hipopótamos, Livros Horizonte). Outros títulos que publicou: Catálogo do Universo, Lembrança, Um Leão no Prado, O Homem cuja Mãe Era Pirata.


A Mensagem do Dia Internacional do Livro Infantil é uma iniciativa do IBBY (International Board on Books for Young People), difundida em Portugal pela APPLIJ (Associação Portuguesa para a Promoção do Livro Infantil e Juvenil) – Secção Portuguesa do IBBY.

22 de março de 2007

UMA HISTÓRIA INFANTIL

Hoje descobri uma história que se ouve e lê ao mesmo tempo.É pena estar em inglês mas dá para perceber...

21 de março de 2007

DIA DA POESIA

Hoje é Dia da Poesia. Poesia hoje e sempre porque

Todo o tempo é de poesia

Desde a névoa da manhã
à névoa do outro dia.
Desde a quentura do ventre
à frigidez da agonia

Todo o tempo é de poesia

Entre bombas que deflagram.
Corolas que se desdobram.
Corpos que em sangue soçobram.
Vidas qu'a amar se consagram.

Sob a cúpula sombria
das mãos que pedem vingança.
Sob o arco da aliança
da celeste alegoria.

Todo o tempo é de poesia.

Desde a arrumação ao caos
à confusão da harmonia.

António Gedeão

20 de março de 2007

SEMANA DA LEITURA II





No dia 8 de Março de 2007, a Doutora Isabel Pereira, Directora da Biblioteca Municipal de Gondomar, visitou a nossa escola.
Esteve com os alunos do 6ºD, a quem explicou como é importante ler. Começou por ler alguns poemas do livro de João Pedro Mésseder, Elucidário de Youkali seguido de Ordem Alfabética. Deste livro leu-nos, por exemplo, a definição de buganvília - Buganvília: «Palavra cujos ramos / trepam pelas paredes / do ouvido.» e falou-nos da importância da palvra.
Seguidamente leu poemas sobre animais da antologia de poemas seleccionados por José António Gomes “Conto Estrelas em Ti”.
A Drª Isabel falou, também, da Biblioteca de Gondomar, como sendo um local muito agradável onde podemos ler tranquilamente.
Gostámos muito da visita da Doutora Isabel.
Ana Raquel 6ºD
Leia sobre estes livros em:

15 de março de 2007

SEMANA DA LEITURA I


O meu nome é Adelina Santos. Sou auxiliar da acção educativa, na escola de Jovim e foi com muita satisfação que colaborei na Semana da Leitura.
Depois de ter feito uma busca na minha pequena biblioteca e sondado alguns jovens, optei por um livro com o título “Marley & Eu” de John Grogan
.
É uma história interessante que aborda o tema da amizade do ser humano com os animais. É um livro cheio de peripécias divertidas, de uma família e do seu cão mal comportado, mas leal e terno.
Fui ler alguns excertos deste livro a uma turma do 7º ano.
Estava a contar com um grupinho barulhento, e que tivesse de falar mais alto que o normal para que me ouvissem. Nada disso aconteceu. Fui muito bem recebida e notei muito interesse por parte dos alunos.
Sou portadora de uma deficiência visual, e por isso, utilizo o sistema Braille (um código de pontos em relevo que, através dos dedos, permite a quem tem falta de visão aceder à leitura.) Talvez estivessem tão atentos pelo facto de me verem ler com as mãos.
Li e relatei-lhes algumas passagens divertidas, para lhes despertar curiosidade. Penso tê-lo conseguido por ter tido conhecimento que o livro foi requisitado, na biblioteca, no intervalo seguinte.
Numa era em que a opção de entretenimento é muito diversificada, com toda a oferta das novas tecnologias, penso que eventos deste género são de extrema importância para estimular o gosto pelos livros, possibilitando a aquisição de conhecimentos e, o mais importante na minha opinião, aprofundar o português, que é a nossa língua.
Espero ter contribuído pela positiva, e estarei sempre disponível dentro das minhas capacidades, para ajudar a incutir hábitos de leitura na nossa comunidade escolar.

Adelina Ferreira dos Santos